[Especial] Reflexão sobre smartphones

>> segunda-feira, março 12, 2012

Bom dia, como vai a internerd hoje?

Se você leu o titulo, independente de qual sistema prefira, já deve estar esperando argumentos a favor e contra e se preparando para a discussão nos comentários, afinal sempre ocorre e é justamente por isso que estamos aqui.

Todos que me seguem no twitter sabem que prefiro o iOS, afinal se não fosse pelo iPhone os smartphones ainda teriam teclas e teríamos que usar "stylus" para interagir na tela.
Before-and-After-iPhone

Porem a maior vantagem do iPhone para o consumidor, somente agora
o resto dos fabricantes
, digo a microsoft resolveu implementar, afinal os fabricantes querem mesmo e vender aparelhos novos e não ficar atualizando os 500 modelos diferentes.

Graças ao pé no chão da microsoft em copiar direito a apple, os WindowsPhone7 até o momento estão sendo atualizados, independente do fabricante e operadora, coisa que não ocorre no android, como já estamos cansados de saber.
Porem considero o WindowsPhone um sistema ainda muito novo para incluir numa discussão mais séria, e aguardo a versão 8, quando o sistema deverá estar maduro o suficiente para começar competir de igual com os iPhones e Androids.

Agora voltando ao Android, não posso dizer que o sistema seja ruim, os fabricantes e as operadoras é que realmente o estragam. Afinal como costumam dizer: "no android você é livre", porém toda essa liberdade precisa de um limite, afinal liberdade sem controle é anarquia, como nos casos de operadoras que entopem os aparelhos com lixo inútil que não pode ser desinstalados (de forma simples) e removem funcionalidades sem explicação, né Claro?

Eu prefiro viver confortável numa gaiola dourada, do que caçar meu próprio "alimento" - Metáfora dos usuarios de iPhone, sobre o android


Enquanto nos WindowsPhone existem limitações severas sobre o que poder ser feito, tanto é que os fabricantes e operadoras no máximo podem pré-instalar aplicativos, no android é uma anarquia onde se faz o que bem quiser.
E no iPhone nem pré instalar aplicativos é possível, independente de onde seja comprado, o iPhone é igual, sem personalização de operadora, nada daquele lixo pré instalado, no máximo restrito pra só usar a rede da operadora onde foi comprado e permitir ou não o compartilhamento de internet (normalmente as operadoras cobram a mais no teu plano por isso, ou como ocorre no Brasil esperam que tu use mais dados para cobrarem a mais ou reduzirem sua velocidade).
Falando em restrições do iPhone e do WindowsPhone, algo que sinto fazer falta no android são determinações de configurações mínimas, eu sei que o android 4 (Ice Cream Sandwich) pede processador de "tantos" MHz e "tanto" de memoria RAM (não faço idéia da configuração)
Porem existem outros pontos que são "esquecidos", por exemplo: recentemente adquiri um Motorola Fire XT317 (dual-sim 3G, com android 2.3.7) que é um aparelho aparentemente bom, tem 256MB de RAM, processador de 600Mhz e é um android praticamente sem personalizações nem interfaces gráficas pesadas ou MotoBlur, parecia um bom aparelho pra minha mãe, já que ela quer um smartphone para basicamente usar WhatsApp e Viber, além de MSN/Gtalk e ler e-mails. Algo básico né? Eu diria o mínimo que um smartphone deve fazer hoje em dia, concordam?

Então qual o problema do android?

Como só falam de processador e memoria RAM mínimos, o espaço de armazenamento interno do aparelho é esquecido, nunca vi nenhum lugar mencionar isso, e nesse aparelho vem com apenas 30MB livres na memoria interna, ou seja se atualizar os aplicativos que vem pré-instalados (Google Maps, Gtalk, Gmail, Orkut, Google Latitude) não sobra espaço pra instalar mais nada, na verdade não sobra espaço nem pra atualizar todos e não se pode mover esses aplicativos pro cartão de memória, acaba virando um dumbphone melhorado e mesmo instalando aplicativos no cartão de memória, parte deles ainda fica na memoria interna, ocupando espaço precioso!

E o pior, como querem vender aparelhos para todos os seguimentos, lançam inúmeros modelos sem testar o suficiente, e todos os modelos novos tem o que costumo chamar de 1º lote da morte, quando ainda se tem "arrestas" para aparar tanto no software quando no hardware e ninguém está inume a isso (lembram do AntennaGate no iPhone 4?)

motorola fireEntão voltando ao Motorola fire XT317, as "arrestas" dele vão deste o cartão de memoria que deixa de ser lido aleatoriamente, até a tela que mais aleatoriamente ainda fica toda branca sem motivos, razão ou circunstancia, e quando isso acontece só removendo a bateria.

Embora o sistema continue funcionando, já que quando isso aconteceu durante uma chamada, só percebi quando não consegui desligar por a tela estar assim e continuei recebendo avisos sonoros do gtalk, é impossível reverter isso, a solução é remover a bateria, que como em todo motorola, não dura muito.

Embora esse aparelho não seja a melhor forma de conhecer o android, já da uma noção das falhas da plataforma (sim, permitir que fabricantes façam aparelhos ruins é falha da plataforma!)

E agora pra completar o circulo, vou falar dos BlackBerrys, afinal são muito comuns nas empresas e algumas pessoas os compram sem saber do lado sombrio deles.

blackberryMas antes de chutar cachorro moribundo, devo admitir que BlackBerrys tem pontos positivos, o teclado é legal e a solução paras teclas acentuadas é adequada para dispotivos com teclado físico, embora eu acredite que copiar os teclados US-internacional seria mais pratico, depois que se acostuma a segurar a tecla e usar a "bolinha"/trackpad (sei lá se tem nome especifico) e ir trocando os acentos até o desejado foi uma solução criativa.

E admitamos, hoje em dia o maior vilão dos smatphones é a bateria, que nos BlackBerrys duram bastante, e no curve 9300 que testei consegui 2 ou 3 dias dependendo do uso, além do GPS desse modelo ser bastante preciso, eu diria igual ou próximo ao do iPhone 4S (que possui GPS+GLONASS)

Apesar do BlackBerry também ter sua lojinha de aplicativos, assim como o iPhone e o android, e perfeitamente possível instalar aplicativos de fora da loja, sem dificuldades embora muitas vezes após instalar um aplicativo você terá que reiniciar o aparelho e sejamos francos, isso incomoda, tanto é que quase não se vê donos de BlackBerry comentando sobre o novo aplicativo que instalaram, normalmente instalam o que realmente vai usar e pronto, até porque o foco dos BlackBerrys sempre foram as empresas e só recentemente que "pessoas normais" passaram a comprar BlackBerrys, embora ainda tenha o incômodo de precisar de um plano de dados especifico pro BlackBerry senão ele não ira acessar a internet pela rede da operadora, mesmo que tenha outro plano ou resolva usar num pré-pago, sem o plano de internet "blackberry" (BBS) não irá funcionar, e comprar um aparelho caro pra ficar usando WiFi é uma merda, por falar nisso já aviso que o foco do BlackBerry é trocar mensagens e e-mails, então se quiser navegar em site por ele recomendo que instale o Opera (embora não melhore muito, já é um avanço em relação ao navegador nativo)

A conclusão que posso chegar é que a escolha de um aparelho deva ser baseada nas suas necessidades e se possível, pesquise sobre o aparelho antes de comprar senão acaba com um
motorola
,digo problema nas mãos, pessoalmente recomendo um iPhone, que apesar de ser caro, é confiável e seguro (se não fizer jailbreak, ou fizer sabendo os riscos que isso trás e como lidar com eles).

Parando pra pensar, iPhone nem é tão caro assim (exceto se for comprar pelo site da Apple Store Brasil); eu tinha um iPhone 3G de 16Gb, velho companheiro de guerra que apesar da idade ainda é um ótimo celular, embora o sistema tenha evoluído um pouco além do que o hardware suporta (tive atualização de software por 3 anos, chupa android!) e apesar de lento, ainda rodava a maioria dos aplicativos disponíveis (tanto é que na aposentadoria dele, meu padrasto o esta usando e adorando, já que usa como apenas como celular, pra ler e-mails e o mensagens pelo WhatsApp/Viber).

Enquanto procurava pelo iPhone 4S, que ainda não está fácil e achar, praticamente todas as lojas que não tinham o aparelho me ofereceram o Samsung S2 (sabe quando se pede coca-cola e não tem, e acabam oferecendo pepsi?) que apesar de ser um ótimo aparelho (principalmente pra usar firmware alternativo) tem o preço tão próximo do iPhone 4 de 8GB e do iPhone 4S de 16GB, que compensa mais colocar mais R$200 e comprar o iPhone! (na minha opinião de merda).
Infelizmente não consegui comprar o iPhone 4S de 64GB como pretendia, mas pelo menos achei um 4S de 32GB (quase lotados, ainda tenho 6GB livres) numa loja da TIM (local mais barato) porem com a câmera de 8MP que filma em FullHD (1080p) 64GB seria o ideal, afinal a diferença de preço do de 32GB pro de 64GB é aceitável e fica "suave" no parcelamento.
________________________________________________________________________________

Artigo elaborado por Luiz Cláudio Eudes, especialmente para o ultracognitivo.com , sintam-se a vontade de comentar reclamar, aqui nos comentários do post ou no twitter do autor.

blog comments powered by Disqus

Enviar um comentário

Liberdade de uso de Tags HTML e Links
para Negrito (Ex: Novos Horizontes
para Links (Ex: <a href="http://ultracognitivo.com>Novos Horizontes</a>

Divirtam-se.

Adquira o seu domínio.

Seguidores

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2011

Voltar ao TOPO