Inventado o Anti-Laser

>> sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Quem não ouviu falar sobre Lasers, não deve ter circulado por este planeta nas últimas décadas. A tecnologia “revolucionária” está em todos os ramos, desde a Informática à Medicina (e até onde a vossa imaginação permitir…)

 

LASER , Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, ou ainda em Português, Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação (eu amo a Wikipédia!) – ou seja, com essa técnica podemos usar a luz para variadíssimas finalidades ( Ex: comunicação óptica)

 

Como qualquer outra tecnologia, ela pode ser usada para fazer coisas más menos boas… por isso pesquisava-se uma forma de inverter esse processo.

Pelos vistos os Cientistas da Universidade de Yale (lá, nos USA) conseguiram chegar a solução desse problema.

 

A teoria para o Anti-laser, surpreendam-se, é exactamente a oposta do Laser. Para conseguir uma emissão num Laser precisamos de excitar electrões, “aparecerem” os fotões, orientar esses fotões, bom, esse processo que vocês podem consultar numa Google próxima de vocês.

Para conseguirem suprimir esses raios potentes, os pesquisadores dividiram os raios, ou seja, uma parte da luz foi para uma direcção e a outra foi enviada para a direcção oposta. Daí foi “só” manipular a fase dos raios e criar uma “interferência destrutiva”. Até parece fácil, não?

 

Outra questão interessante é que eles conseguiram regular o nível de absorção do dispositivo.

Essa boa nova será aplicada em muitas áreas ainda, aguardem…

 

Fonte: IEEE Spectrum

blog comments powered by Disqus

Enviar um comentário

Liberdade de uso de Tags HTML e Links
para Negrito (Ex: Novos Horizontes
para Links (Ex: <a href="http://ultracognitivo.com>Novos Horizontes</a>

Divirtam-se.

Adquira o seu domínio.

Seguidores

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2011

Voltar ao TOPO